vagao-rumo

Produção de vagões de carga se mantém estável nos cinco primeiros meses de 2018

A produção de vagões de carga manteve-se estável no Brasil entre janeiro e maio deste ano, com 1.387 unidades entregues.

Em 2017, no mesmo período, foram produzidos 1.390 vagões, sendo a maioria deles Gondola e Hopper e apenas 7 vagões plataforma.

Em contrapartida, em 2018 as operadoras ferroviárias compraram mais vagões plataforma (64 unidades), sendo 99% deles entregue em maio passado e apenas 1 em janeiro. As 1.323 unidades restantes são Gondola e Hopper.

Para mais ou para menos

Segundo os cálculos da Associação Brasileira da Indústria Ferroviária (ABIFER), a produção de vagões para este ano está prevista entre 2.000 a 3.000 vagões, com duas hipóteses.

Caso o governo federal não assine os contratos de renovação antecipada das cinco operadoras em 2018, a produção de vagões e locomotivas pode diminuir drasticamente, junto com a sua mão-de-obra e cadeia produtiva.

Porém, caso apenas uma renovação aconteça este ano, como é o caso da Malha Paulista, operada pela Rumo, este número pode saltar para 3.000 vagões.

A renovação antecipada dos contratos de concessão das operadoras Rumo, VLI, MRS Logística e Vale estimam um investimento inicial de R$ 25 bilhões nos próximos cinco anos.

Deixe um comentário

avatar

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Subscribe  
Notify of