ferroeste edit - Paraná autoriza estudos para a Nova Ferroeste

Paraná autoriza estudos para a Nova Ferroeste

O governador do estado do Paraná, Beto Richa, autorizou o início dos estudos de engenharia e de viabilidade técnica, ambiental e econômica para a implantação da Nova Ferroeste, uma ferrovia com 1.000 quilômetros de extensão que ligará o Porto de Paranaguá a Dourados, no Mato Grosso do Sul.

A assinatura do termo técnico foi no Palácio Iguaçu, com a presença dos representantes das empresas habilitadas para o trabalho e representantes do Banco Mundial (Bird). Quatro consórcios vão fazer os levantamentos necessários para a implantação do novo ramal ferroviário.

A Nova Ferroeste é a aposta do estado do Paraná para aumentar o escoamento de grãos no Porto de Paranaguá através do transporte ferroviário. De alguns anos para cá, a pequena operadora estatal vem despontando com números promissores de movimentação de commodities, além da compra de locomotivas de 4.000 HP e vagões.

Para se ter ideia, hoje a ferrovia paranaense tem somente 20% de participação na logística de Paranaguá. Com a Nova Ferroeste, o governo estima em um salto para 450%.

Em 2011, Paranaguá registrou movimentação anual de 36 milhões de toneladas. Seis anos mais tarde, este número saltou para 51,5 milhões de toneladas, eliminando filas de caminhões no porto e navios.

A obra da nova ferrovia está dividida em dois trechos. O primeiro tem 400 quilômetros e liga Guarapuava ao Litoral do Paraná. O segundo vai de Guarapuava até Dourados (MS), passando por Guaíra, com a construção de mais 350 quilômetros de trilhos.

Deixe um comentário

avatar

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Subscribe  
Notify of