Edital de obras do VLT entre Conselheiro Nébias–Valongo autorizado

Durante um evento ocorrido no último dia 26 em Santos, no litoral paulista, o governador do estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, autorizou a publicação do edital de obras do VLT entre Conselheiro Nébias e Valongo. O investimento previsto é de R$ 270 milhões, com duração de 30 meses.

Na segunda fase do VLT, serão mais 14 estações em oito quilômetros de linha férrea, passando pelo Hospital dos Estivadores, Paquetá, Poupatempo, José Bonifácio, etc. O modal, como de praxe, está revitalizando toda a região central da cidade.

Alckmin também entregou os dois últimos trens, fabricados pela brasileira TTrans em Três Rios, no Rio de Janeiro. Os primeiros TUE foram fabricados em Valencia, na Espanha, pela Vossloh, porém esta unidade de negócios foi vendida para a suíça Stadler Rail em meados de 2016 (especificações técnicas neste link).

Além do material rodante, o presidenciável tucano entregou três equipamentos de manutenção e a conclusão da instalação de portas de plataforma (PSD) nas cinco últimas das 15 estações do trecho Barreiros-Porto, onde ainda não havia o equipamento (Itararé, João Ribeiro, Nossa Senhora de Lourdes, Pinheiro Machado e Terminal Porto).

Foto: DivulgaçãoPSD.

PSD. As portas de plataforma (ou Platform Screendoors – PSD) são importantes acessórios utilizados em diversos sistemas ferroviários no mundo, principalmente metrôs e trens metropolitanos. Uma de suas funções é proteger a via férrea e têm o funcionamento sincronizado com o movimento de abertura e fechamento das portas do veículo. Afora isso, previne quedas de usuários na via, reduz o perigo de arraste ou impacto, especialmente dos trens que passam em alta velocidade; melhora o controle climático da estação e, por fim, evita que usuários joguem lixo nos trilhos.

 

Trens. Como os outros 20 trens entregues, os VLT de Santos possuem 2,65 m de largura por 44 m de comprimento e 3,20 m de altura; capacidade para 400 usuários; velocidade comercial de 25 km/h, máxima de 80 km/h; ar-condicionado e piso 100% baixo, facilitando a movimentação de usuários com dificuldade de locomoção ou com bicicletas.

Duas outras importantes características do VLT é o nível zero de emissão de poluentes, baixo ruído e a valorização comercial de seu entorno imobiliário.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of